15.1 C
Berlim
Quinta-feira, Outubro 6, 2022

O gerente da ESL, Ulrich Schulze, fala sobre a reforma da Pro League

Follow US

80FãsCurtir
908SeguidoresSeguir
54SeguidoresSeguir

A nova Liga ESL Pro começa em março de 2020, mas a nova temporada não é como as anteriores. Porque com o “Acordo do Louvre” a Liga Pro tem um formato completamente novo.

Esports.com conversou com Ulrich Schulze da ESL sobre as sérias mudanças na liga superior de Counter-Strike: Global Offensive.
No cenário do Counter-Strike alemão houve desagrado após as mudanças na Liga Profissional. O participante alemão BIG foi descarregado do campeonato após a redução para 24 participantes. Em uma entrevista, Ulrich Schulze cita o fato de que uma seleção teve que ser feita como razão para isso.

Além das 13 equipas parceiras, foram convidadas as equipas das finais da ESL Pro League da época passada e as melhores equipas do ranking mundial da ESL. Como o BIG não pertencia a nenhum dos dois grupos, a equipa alemã não foi convidada. Sprout também não pertence mais ao campo de participantes da ESL Pro League. A organização de Berlim deveria ter jogado como participante da Liga Profissional para permanecer no campeonato.

Portanto, é claro que atualmente nenhuma equipe alemã está representada no EPL. Mas para BIG e Sprout ainda há a chance de voltar. O caminho de volta é através da Mountain Dew League (MDL). No futuro, a ESL gostaria de continuar a desenvolver e promover a “segunda liga”, diz Ulrich Schulze. Continua a ser uma parte importante da Pro League, através da qual as equipas também se podem qualificar para a liga principal.

A MOUNTAIN DEW LEAGUE É E CONTINUA A SER UMA IMPORTANTE VIA DE ACESSO À ESL PRO LEAGUE
Outra possibilidade para as equipas alemãs poderia ser o estatuto de equipa parceira da Liga Pro no futuro. Actualmente existem apenas 13 parceiros, mas o acordo prevê 16 equipas. Isto deixa três ranhuras. O caminho para o estatuto de parceiro é o seguinte: “As equipas podem candidatar-se e devem então ser seleccionadas numa votação conjunta de todas as equipas parceiras actuais e ESL”, diz Schulze.

Ulrich Schulze nega que a ESL Pro League se tornará um sistema de franquia: “A ESL Pro League não é um ecossistema fechado. Garantimos às equipas parceiras uma vaga especial, as outras 11 estarão abertas para equipas que se qualificam com base no seu ranking mundial ou directamente através da Mountain Dew League – a ESL continuará a apoiar e a expandir o formato de ecossistemas abertos. Além disso, não havia taxas de entrada para as equipas”.

Como surgiu o novo formato?
O “Director da Pro Gaming” nega em entrevista que a Pro League foi reformada em reacção à FLASHPOINT League organizada pela FACEIT. Schulze também fala sobre a cooperação com a Valve no curso da reforma do LPE na entrevista. A Valve anunciou na atualização do blog da editora CS:GO em setembro do ano passado que os direitos exclusivos dos organizadores às equipes seriam punidos com a retirada das licenças. “A Valve esteve envolvida durante toda a fase de desenvolvimento do acordo. A cooperação com a editora é, como sempre, muito estreita e por isso estiveram naturalmente envolvidos nestas inovações fundamentais desde o início”, diz Schulze.

Schulze explica o motivo da redução da Pro League de 48 para 24 participantes dizendo que o “ecossistema CS:GO actual não oferece um formato sustentável e fiável para equipas e jogadores”. Com o “Acordo do Louvre” a ESL quer fornecer uma “nova estrutura” sobre a qual um sistema sustentável e de longo prazo possa ser construído. “Além disso, as equipas parceiras são actores maioritários no campeonato e desempenharão um papel fundamental no processo de decisão estratégica”.

Flo
Flo
Idade: 28 anos Origem: Alemanha Hobbies: Jogo, Biking, Futebol Profissão: Editor online

RELATED ARTICLES

The Witcher: sem brincadeira, cinco novos jogos Witcher a chegar

Anúncio Grande: The Witcher: A New Saga Begins não se trata apenas de The Witcher 4. Vem aí uma...

A inundação quebra tudo para que possa reconstruí-la

Fallout in Wet: A inundação é colocada num pós-apocalipse invulgar. Porque é que a atmosfera tem vindo antes da...

Kenshi combina o melhor dos jogos de role-playing e de construção em open-world

Todos os dias, mais de 5.000 pessoas jogam ao RPG Kenshi on Steam, um RPG de mundo aberto bastante...