CS2: Mais três transferências confirmadas!

0
113

A época de Counter-Strike está a chegar ao fim. Está na altura de as equipas repensarem os seus plantéis para se posicionarem da melhor forma no próximo ano. GlobalESportNews analisa o carrossel de transferências em constante mudança

Este artigo será atualizado regularmente.

Com o BLAST Premier: World Final em Abu Dhabi, o último grande torneio da S-Tier do ano de Counter-Strike está a chegar em meados de dezembro. Para além do atual n.º 1 do mundo – FaZe Clan – praticamente toda a crème de la crème dos eSports de Counter-Strike vai participar: Team Vitality (n.º 2), MOUZ (n.º 3), ENCE (n.º 4), G2 Esports (n.º 6), Natus Vincere (n.º 8), Cloud9 (n.º 9) e Heroic (n.º 23) completam o leque de participantes.

O torneio será o primeiro vislumbre do que os adeptos podem esperar em 2024. Mesmo agora, quase nenhuma das equipas irá competir com o mesmo plantel do último torneio. Das oito equipas que competem em Abu Dhabi, apenas a FaZe Clan e a MOUZ não fizeram alterações significativas na estrutura da equipa nas últimas semanas.

Está na altura de analisar mais de perto as transferências que já tiveram lugar ou que estão potencialmente iminentes

frozen, Brollan & skullz confirmados

Um trailer de despedida é normalmente seguido por um trailer de boas-vindas. O eterno círculo do mercado de transferências do Counter-Strike. David “frozen” Cernansky faz agora oficialmente parte dele.

Depois de a sua saída dos MOUZ ter sido anunciada ontem de manhã, a confirmação da sua contratação pela sua nova equipa, os FaZe Clan, chegou algumas horas mais tarde.

frozennão foi o único a ser oficialmente apresentado ontem à sua nova equipa. A mudança de Felipe “skullz” Medeiros da paiN para a Team Liquid também já está confirmada, assim como a contratação de Ludvig “Brollan” Brolin pela MOUZ como substituto para as próximas Finais Mundiais.

Swani demite-se!

Jan “Swani” Müller anuncia surpreendentemente a sua demissão como treinador da G2 Esports!

O alemão só faz parte da organização desde outubro do ano passado e tem sido extremamente bem sucedido com a sua equipa neste curto período de tempo. Desde as Finais Mundiais BLAST Premier do ano passado até à IEM em Katowice e à IEM em Colónia, o jogador de 28 anos ganhou três dos títulos mais importantes dos eSports de Counter-Strike

Numa declaração emocionada via XSwanianunciou agora que a Final Mundial de CS deste ano será o seu último grande torneio como Treinador Principal da G2 por enquanto.

No seu post, o alemão dá uma visão profunda. Porque, ao contrário da maioria das demissões ou mudanças, as razões não são aparentemente de natureza monetária ou a procura de um novo desafio. Aparentemente, o ano – apesar dos sucessos – foi muito desgastante mentalmente para o treinador.

Agora é altura de cuidar de mim e dos meus entes queridos. Tenho-me sentido cada vez pior ao longo do ano e isso tem-me afetado bastante. […] Consegui viajar pelo mundo com os meus filhos e, ao mesmo tempo, dedicar-me ao meu hobby. Mas quando a paixão se torna um fardo, é altura de acabar com ela.”

Uma decisão corajosa que foi recebida com muito amor na comunidade. Resta saber como e se as coisas vão continuar paraSwanidepois da sua pausa. E também quem será o seu sucessor no G2. Mas esta questão é provavelmente a menos importante neste momento, no que diz respeito à saúde mental em geral.

Também te desejamos tudo de bomSwani!

MOUZ anuncia despedida congelada

No final, tudo aconteceu muito rapidamente: assim que se tornou claro que Russel “Twistzz” van Dulken iria deixar os FaZe Clan e que tinha escolhido David “frozen” Cernansky como o seu candidato preferido para a posição de Rifler agora vaga, tornou-se oficial um dia depois. Num post no X, MOUZ despede-se do seu agora ex-jogador

Nos FaZe Clan, o esloveno encontra-se com Finn “karrigan” Andersen e Robin “ropz” Kool. Já jogou com ambos na organização alemã durante os quatro anos e meio que passou com o MOUZ. O período de familiarização com a sua nova equipa deverá ser igualmente curto.

Ludvig “Brollan” Brolin continua a ser discutido como substituto defrozen&nbsp. No entanto, inicialmente está planeado apenas como um “substituto” temporário para o final da temporada de Counter-Strike, o BLAST Premier: World Final em Abu Dhabi.

+++ 03.12.2023 +++

congelado como substituto do Twistzz?

A partida oficial deTwistzzlevanta naturalmente a questão de um substituto. Aparentemente, o clã FaZe lançou um convite para David “frozen” Cernansky. E ele quase que pode anunciar que já acabou

Isto é apoiado pelo facto de o esloveno já ter sido anunciado pela sua nova equipa como parte do plantel para a próxima BLAST Premier World Final, que terá lugar em Abu Dhabi em meados de dezembro.

O

MOUZ, por outro lado, parece ter Ludvig “Brollan” Brolin em mente como substituto defrozen. Se o compromisso do ex-criança prodígio, que atualmente só está no banco com os Ninjas de pijama, poderá ser de longo prazo, ficará claro o mais tardar após o desempenho da equipa alemã no final da temporada nos Emirados Árabes Unidos.

Twistzz deixa o FaZe Clan

Agora é oficial: Russel “Twistzz” van Dulken está a deixar os FaZe Clan. A estrela de 24 anos fez o anúncio na passada sexta-feira em X.

As circunstâncias exactas da razão e do motivo pelo qual ele está a deixar a equipa não são indicadasTwistzzna sua declaração emocional. No entanto, escreve que sabe que a sua decisão de deixar a FaZe pode chocar algumas pessoas, mas que explicará os antecedentes da sua saída numa data posterior.

Tentando ler nas entrelinhas, o canadiano parece estar à procura de um novo desafio. No entanto, não se pode excluir que outras razões tenham desempenhado um papel na sua decisão, apesar de toda a emotividade

O que vai acontecer exatamente comTwistzzainda não se sabe. No entanto, de acordo com os rumores, Rifler está pronto para regressar à Team Liquid. A equipa onde jogou de 2017 a 2020 e se estabeleceu como um dos melhores jogadores de Counter-Strike do mundo.

+++ 29.11.2023 +++

Fnatic em convulsão

Depois de William “mezii” Merrimann e Frederik “roeJ” Jorgensen terem deixado a equipa a favor da Team Vitality e da Preasy, respetivamente, a organização decidiu agora fazer uma mudança numa terceira posição e colocou oficialmente no banco o líder de jogo Christopher “dexter” Nong. O capítulo do australiano de 29 anos na FNC deverá assim ser encerrado ao fim de apenas quatro meses, tendo-se transferido do MOUZ para a Fnatic apenas em julho passado.

Os três lugares vagos foram imediatamente substituídos. Para além dos eternos Freddy “KRIMZ” Johansson e Aurélien “afro” Drapier, Alexandre “bodyy” Pianaro (da Team Falcons) será agora o IGL. A ele juntar-se-ão Matus “MATYS” Simko e o germano-iraniano Can “kyuubii” Ali, embora este último tenha de afirmar a sua posição por enquanto, uma vez que ainda se encontra em “estado experimental”.

NRG de volta ao Counter Strike

Depois de quatro anos de ausência, a NRG está de volta ao circo do Counter-Strike. Esta noite, a organização norte-americana publicou um post via X confirmando oficialmente o seu regresso

O plantel em si é composto por um núcleo americano-canadiano. Os nomes são por vezes mais, por vezes menos proeminentes. A equipa é liderada por Damian “daps” Steele, que até há pouco tempo trabalhava como treinador principal da Team Liquid, mas que agora está de volta à ação e vai assumir o papel de líder no jogo. O trio Rifler será composto por Justin “FaNg” Coakley, Jadan “HexT” Postma e Vincent “Brehze” Cayonte. HexTeBrehzevêm dos Evil Geniuses,FaNgdos Complexity. O quinteto é completado pelo AWPer Josh “oSee” Ohm.

Ainda não se sabe até que ponto a equipa pode realmente competir nos grandes torneios. A equipa é certamente competitiva apenas em termos de nomes, mas a verdade é que, à exceção de HexTnenhum dos outros quatro vem de uma equipa que tenha planeado um futuro com este jogador.

+++ 28.11.2023 +++

Rumor: CadiaN & Twistzz to Liquid?

Estava claro desde meados de outubro que Casper “CadiaN” Möller iria deixar a Heroic depois de três anos e meio de grande sucesso. No entanto, não se sabia para onde o líder do jogo, de 28 anos, iria. Agora parece que a Team Liquid pode ser uma opção séria para o dinamarquês.

MasCadiaNnão seria o único jogador de renome que poderia imaginar jogar pela TL em breve. Russel “Twistzz” van Dulken também parece estar interessado na ideia de regressar à organização onde finalmente fez a sua descoberta, dominando a cena do Counter-Strike durante algum tempo e ganhando o Grand Slam, entre outras coisas.

De momento, apenas o veterano Keith “NAF” Markovic e Mareks “YEKINDAR” Galinskis ainda estão sob contrato com a Liquid. Se os rumores em torno deCadiaNeTwistzzse confirmarem, quatro dos cinco lugares no plantel estarão ocupados. A organização parece ter Felipe “skullz” Medeiros em mente para a quinta vaga. O brasileiro de 21 anos jogou pela última vez no paiN, onde chamou a atenção com boas atuações.

Herioc faz dupla no caminho para o Astralis

Após a partida iminente do CapitãoCadiaN, mais dois membros da tripulação abandonaram o navio (que se está a afundar?) Heroic. Tanto Martin “stavn” Lund como Jakob “jabbi” Nygaard estão a mudar-se para a rival dinamarquesa Astralis.

experimente-o +++

No final – como relatado por várias fontes – ambos os jogadores da Rifler terão inicialmente concordado com uma extensão de contrato com a Heroic, ligada à condição de despromoçãoCadiaN para o banco. Heroico concorda, anuncia a sua intenção de se separar do capitão de longa data e…

..jabbiestavnmudou-se para os seus rivais dinamarqueses directos. Os dois provavelmente não ganharam nenhum ponto de simpatia fora da base de fãs da Astralis com esta mudança.

Johannes “b0RUP” Borup e Christian “Buzz” Andersen têm de abrir caminho para as duas novas adições. O núcleo em torno de Nicolai “device” Reedtz e Benjamin “blameF” Bremer mantém-se. Victor “Staehr” Staehr completa a equipa.

A lenda volta a subir

Lukas “Gla1ve” Rossander fez parte da geração de ouro dos Astralis. Entre 2017 e 2019, o líder dinamarquês no jogo venceu juntamente com Nicolai “device” Reedtz, Peter “dupreeh” Rasmussen, Emil “Magisk” Reif e Andreas “Xyp9x” Hpojseth ganharam quatro Majors e o seu primeiro título do Grand Slam.

Depois disso, as coisas acalmaram em torno da equipa, mas também em torno da própria gla1vesi. Embora a equipa ainda fosse competitiva e estivesse entre as melhores do mundo, após o último título – o IEM Global Challenge 2020 – já não era suficiente para o topo.gla1vese viu então no banco em junho de 2023.

Este tempo acabou. Desde ontem, o dinamarquês faz parte da ENCE.

Ele irá substituir Marco “Snappi” Pfeiffer, que tem sido repetidamente associado à equipa Falcons nos últimos dias.